Relatório Mensal | Maio de 2022

No mês de maio, o ambiente de altas taxas de inflação e, consequentemente, a expectativa de alta de juros nos países desenvolvidos trouxe preocupações sobre o crescimento da economia global. O risco potencial de uma recessão nos lucros, fez com o que o S&P500 flertasse com uma queda de 20% no ano durante o mês. Porém, indicadores de atividade e consumo ainda robustos ajudaram o índice americano a se recuperar e fechar maio em torno de 4.130, próximo à estabilidade e marcando uma queda de 13,34% no ano.

Na China a política de Covid zero continuou impactando negativamente a economia, com os PMIs de serviços e industriais marcando níveis bastante depreciados. Em linha com essa fragilidade, o governo vem injetando estímulos na economia, mas uma recuperação mais robusta só acontecerá conforme as grandes cidades relaxarem as medidas de lockdown.


Veja a íntegra do Relatório Mensal de Maio de 2022.