top of page

Carta do Gestor - Estratégias de Renda Fixa | Março de 2023

No início do mês de março (03/03), observamos um alívio na curva de juros nos EUA. As declarações do membros do FED foram vistas como mais dovish e o mercado interpretou que o ritmo de ajuste seria mantido.


No Senado dos EUA, Jerome Powell afirmou em seu discurso que tudo será feito para perseguir a meta de inflação de 2,0%. Nas pesquisas, predominava (70%) os que acreditam no ajuste de 0,50bps na próxima reunião do FOMC, até fechar no target de juro de 5,50% a 6,00%, ou até mais. Foi essa a percepção que finalizamos a semana no dia (10/03).

Neste clima, a treasury de 2 anos, chegou a projetar taxas acima de 5% pela primeira vez desde 2017 e os spreads negativos acima de 100bps junto a treasury de 10 anos, em receio de recessão. Ou seja, se o FED apertar ainda mais a taxa de juros, os riscos de recessão devem ser maiores e podem contaminar, em especial, o mercado de imóveis nos EUA.


bottom of page